quinta-feira, 10 de julho de 2008

Grupo Empreendedor realiza um evento Marcante!


Por Amadeu Arcaro
O Grupo Empreendedor, cumprindo com seu propósito de fortalecer os homens de negócio, realizou no dia 09 de junho de 2008, um evento marcante, que contou com palavras do corpo diretivo, de uma palestra sobre o tema qualidade de vida e um “gran finale” onde tivemos o compartilhar de muitas experiências. A palestra foi ministrada por um homem de Deus: Coronel Camargo.

Eis aqui um pouco do que ouvimos:

Logo no início de sua profissão teve experiências muito fortes sobre o poder da palavra proferida e suas conseqüências. Dizia que não tinha nenhum medo da morte e pela sua força poderia enfrentar qualquer situação de perigo.

Falando sobre liderança, enfatizou que em primeiro lugar devemos liderar a nos mesmos, a nossa alma, porque a doença começa na Alma, ou seja, nos sentimentos. Um exemplo disso são os policiais que trabalham numa cidade violenta como São Paulo.

Eles ficam marcados na alma, que chegam ao absurdo de sentirem a realidade da dor em seus sonhos, parecendo ate que os tiros disparados pelos bandidos lhes atingem de verdade.

O acontecimento que marcou sua vida foi o incêndio do prédio da CESP, um edifício de 25 andares de concreto, na Avenida Paulista, nos anos 80. No atendimento, ouviu uma voz clara em que lhe dizia: “hoje vai ter morte neste lugar e será o ultimo dia de sua vida.”
Naquele incêndio, aconteceu algo estranho, houve vários desabamentos no prédio.
Nunca tinha acontecido de cair um edifício de concreto no Brasil,somente de outras estruturas, mas ele não podia fugir da sua missão, teve que entrar para avisar os outros bombeiros para abandonarem o prédio, mesmo sabendo que o prédio iria desabar.

Aquele homem que não tinha medo da morte, neste dia, passou a perceber que por ele mesmo não podia enfrentar aquela situação, então disse “Hoje Deus vai me ajudar”, mesmo sem conhecer quem era Deus. Ele lembrou que nos momentos de perigo até o Ateu diz: “Ai meu Deus”.

Subindo pelas escadas, já no sétimo andar, houve outro desabamento; e quanto mais subiam viam que estavam realmente caminhando para a morte. Neste momento tiveram que tomar uma grande decisão, e então disse: “Capitão vamos correr para a vida, já fizemos o que podíamos”. Difícil de explicar o que é correr para a vida.

Foi quando logo após passar pelos elevadores houve o maior desabamento e fui salvo por um passo. Nós só valorizamos a vida quando estamos doentes, ou valorizamos a liberdade quando estamos presos, ou só valorizamos a família quando a perdemos.

Depois do episódio maioria dos bombeiros ficaram doentes. Neste momento ele começou a perguntar o que é a vida. Qual o propósito que temos durante este período curto que passamos nesta terra? Qual a nossa missão? Não estamos aqui por acaso.

Após este acontecimento ele passou a ser um morto vivo, sem a mínima vontade de viver. Ficou procurando vida mesmo sendo um comandante, um alto posto na corporação.

Era uma pessoa triste e mostrava em seu semblante, na fala e no andar. Às vezes se achava procurando pessoas tristes, e numerava quantas ele encontrava.

Tomando remédios, vivendo uma vida química, sob efeitos de medicamentos. Sabia tanto sobre eles que acabava Indicando drogas ate para os médicos.

Havia dias que se preparava para a morte, deitava-se como uma múmia. E quantas pessoas vivem assim ao nosso lado, e não vêem solução para este cárcere, e por outro lado, aqueles que têm uma visão da vida como ela realmente é linda, sabemos que sempre temos uma chance de mudar, não fazemos por comodidade.


A vida é simples e maravilhosa nós a tornamos conturbada, para satisfazer os nossos próprios prazeres.

O Coronel Camargo começou a tentar a fuga através de alguns artifícios humanos disponíveis, como a bebida o trabalho, mas todos em vão. Aquele que falou que não tinha medo da morte estava vivendo por um fio, totalmente dependente.

Até que um dia participou de uma reunião onde não havia rostos tristes, mas pessoas que tinham quase os mesmos problemas.

Apresentavam rostos e comportamentos felizes e radiantes, onde o palestrante falou sobre um que era o melhor dos médicos, ele, logo tomou papel e caneta para anotar o endereço. Mas o palestrante disse que este médico não tinha telefone, e estava disponível 24 horas com atendimento em qualquer lugar e que seu nome era JESUS CRISTO, que ele foi crucificado, morto e sepultado, mas ao terceiro dia ressuscitou, e a cruz esta vazia.

Aquela informação mudou o rumo da sua vida. E por incrível que pareça, foi no hotel dela Volpe ao lado do prédio da Cesp onde ele havia morrido, agora ele estava retornando para a vida.

A morte entra pelas costas sem pedir autorização, mas Jesus entra pelo coração e batendo na porta. “Eis que estou à porta e bato e se abrires a porta do seu coração, entrarei e cearei com você.”

Depois de encontrar um real propósito para sua vida, nascendo de novo, entendeu que nas pequenas atitudes, nos pequenos acontecimentos, é que estão as maiores realizações da vida.
Dizem que, se analisarmos os melhores momentos de nossa vida, vamos descobrir que não tivemos que pagar nada por eles e foram muito simples.

Foi ai que passou a analisar e palestrar para policiais, entre os quais no Brasil se nota um alto grau de suicídio e depressão.

Algumas atitudes mencionadas pelo Cel. Camargo que estão causando estes distúrbios:


1 - Qual o motivo de policiais entrarem na depressão e provocando a destruição de suas famílias?

Finanças: 85% dos Brasileiros estão endividados porque não sabem o que significa juros compostos. Outra causa é a rebelião (rebeldia), ganância, desgraças que são ensinadas pelos veículos de mídia, principalmente pela televisão. Falando sobre juros compostos usamos o exemplo daquele que fumou durante 20 anos e literalmente queimou uma casa de R$ 250.000,00.


Exemplo dos supermercados que levam as pessoas ao consumismo, pelo forma de disposição das mercadorias, seu piso, sem relógio.

2 - A corrupção desenfreada.E onde podemos encontrar soluções e conselhos para estes dilemas?

Num livro, que denominamos manual do fabricante; a nossa bíblia onde encontramos 2350 versículos sobre finanças e 500 sobre fé.


A bíblia fala mais sobre finanças do que fé, para que as pessoas não percam a fé quando não gerenciam bem suas finanças.


Uma das menções fortes da bíblia refere-se à formiga que guarda no verão para ter o que comer no inverno.

Os mais diversos assuntos são mostradas no Manual do fabricante como; medicina, investimentos, oratória., e tantos outros. Como todos os sermões de Jesus a vida também é muito simples; nós que a complicamos.

Um comentário:

Pastor Afonso disse...

Paz do Senhor Jesus

Muito interessante este Grupo Empreendedor, a igreja do Senhor Jesus precisa de idéias brilhantes como esta para Declarar o Senhorio do Senhor Jesus nesta terra.

P-A-R-A-B-E-N-S aos idealizadores

http://iecpriopreto.blogspot.com/