segunda-feira, 21 de dezembro de 2009

NATAL - UMA FESTA PARA SER COMEMORADA OU ESQUECIDA?


Por Pr. Alexandre Farias

A maior festa de aniversário do Mundo está chegando!

O profeta Isaias declarou em alta e boa voz “Porque um menino nos nasceu, um filho se nos deu; o principado está sobre os seus ombros, e o seu nome será: Maravilhoso, Conselheiro, Deus Forte, Pai da Eternidade e Príncipe da Paz”.

Alguns evangélicos não comemoram o natal porque afirmam que não foi neste dia que Jesus nasceu, que o natal é uma festa pagã e que o simbolismo do natal não faz parte do contexto cristão.

Será que nós pecamos em comemorar o nascimento de Jesus?

Será que Jesus não teria condições em nascer no mês de Dezembro?

Será que não devemos comemorar o natal porque não sabemos o dia correto do seu nascimento?

Eu quero abordar estas e outras questões neste artigo para que você possa fazer uma reflexão sobre a importância deste dia.

ORIGEM DO NATAL

Natal vem do latim "natale" que significa nascimento.Os cristãos primitivos não comemoravam o natal, logo na metade do século III depois de Cristo, Hipólito, bispo de Roma, escolheu a data de 2 de Janeiro para comemorar o nascimento de Jesus,mas a data não foi aceita por todos os cristãos onde escolheram outras datas para comemorar o nascimento de Jesus.

Só em 325 a 354 d.C. foi decidido que a comemoração do natal seria em 25 de Dezembro .

A bíblia não registra o dia específico do nascimento de Jesus, mas diz que este dia seria de muita alegria e prazer e que muitos se alegrariam pelo nascimento de Jesus porque este momento é especial para Deus.

Lucas 1v. 14 –15 - E terás prazer e alegria, e muitos se alegrarão no seu nascimento, Porque será grande diante do Senhor.

Por mais que esta data seja incerta, que o dia ou o mês não seja este, isto não é motivo para que o Natal não seja comemorado por aqueles que expressam o amor de Deus. Isto seria um argumento irrelevante demais para não comemorar um dia especial como este.

Muitas pessoas nasceram em dias diferentes dos que foram registrados em sua certidão de nascimento, isto não faz com que elas não comemorem o seu aniversário. O aniversário não tem sua base sustentável no dia, mas no fato do nascimento.

O que importa é que JESUS NASCEU e por isso o povo de Deus deve se alegrar.O Teólogo Nilson Fontenelli Piedade faz uma colocação sobre o Natal que “quem não tem interesse de comemorar a Encarnação de Cristo pode estar sendo influenciado pelo espírito do Anticristo, ele faz esta afirmação baseado em I João 4v. 2-3 “Nisto conhecereis o Espírito de Deus: Todo o espírito que confessa que Jesus Cristo veio em carne é de Deus; E todo o espírito que não confessa que Jesus Cristo veio em carne não é de Deus; mas este é o espírito do anticristo, do qual já ouvistes que há de vir, e eis que já está no mundo.”Se este não foi o dia certo do nascimento de Cristo, não importa, pois o mais importante é a comemoração da Encarnação de Cristo, de que Jesus nasceu para trazer a salvação para o homem.Será que alguns cristãos não estão herdando algumas doutrinas ou costumes dos Testemunhas de Jeová?

TESTEMUNHAS DE JEOVÁ NÃO COMEMORAM ANIVERSÁRIOS

Segundo eles, um dos argumentos para não comemorar aniversário é que nenhum herói da fé comemorou o seu aniversário e que a bíblia relata apenas dois aniversários – o de Faraó e de Herodes - e que esta data foi marcada pela morte. O Natal também não é comemorado pelos Testemunhas de Jeová.Estes argumentos não são sólidos para que o natal e nem as festas de aniversário sejam esquecido.

Voltando um pouco para analisar esta questão, achamos festas que nos dão a referência de que poderiam ser festas de aniversários :Jó - um homem justo diante do Senhor celebrava festas com os seus filhos. Poderiam ser festa de aniversário por um detalhe: Eles participavam de banquetes cada um por sua vez.Jó 1v. 4 - E iam seus filhos à casa uns dos outros e faziam banquetes cada um por sua vez; e mandavam convidar as suas três irmãs a comerem e beberem com eles.

A frase esta bem clara, “iam ao seus filhos à casa dos outros e faziam banquetes cada UM POR SUA VEZ”, esta pode ser uma referência de festa de aniversário.Voltando a Faraó e Herodes, a história nos demonstra que eles eram homens que matavam em qualquer dia e qualquer hora, não precisava ser em no dia do seu aniversário para matar alguém.

Outro fato interessante é que não foi só a morte, mas a vida também fez parte do aniversário de Faraó, o copeiro foi solto no dia do aniversário de Faraó.Se apegarmos a esta posição, temos também um fato que nos dá o direito de celebrar a vida, Faraó deu a vida ao copeiro !

Gênesis 40 v.20-21 - E aconteceu ao terceiro dia, o dia do nascimento de Faraó, que fez um banquete a todos os seus servos; e levantou a cabeça do copeiro-mor, e a cabeça do padeiro-mor, no meio dos seus servos. E fez tornar o copeiro-mor ao seu ofício de copeiro, e este deu o copo na mão de Faraó...

Além disso, os aniversários de casamento são comemorados pelos testemunhas de Jeová, o aniversário da instituição também foi comemorada em seu centenário, ou seja, não podemos ter 2 pesos e duas medidas.

Outro fator que as testemunhas de Jeová se apegam para não comemorar aniversários é que para eles o dia da morte é melhor do que o dia do nascimento.

Baseados em um texto fora do contexto para arrumar um pretexto, eles ainda conseguem citar uma referência bíblica:Eclesiastes 7 v. 1 - MELHOR é a boa fama do que o melhor ungüento, e o dia da morte do que o dia do nascimento de alguém.Mas será que a Bíblia não dá nenhuma referência sobre o dia do nascimento de Cristo?

Será que ela cita em algum momento que não devemos comemorar o nascimento de Jesus?

A bíblia nos dá razão para comemorar o nascimento de Jesus porque o próprio Deus fez questão de deixar escrito que este dia seria um dia de alegria e prazer e que este dia seria grande diante do Senhor.

Lucas 1v. 14 –15 - E terás prazer e alegria, e muitos se alegrarão no seu nascimento, Porque será grande diante do Senhor,Este dia foi anunciado por anjos, em suas palavras o nascimento de Jesus é um dia de boas novas e de gande alegria para todo o povo porque nasceu o salvador que é Cristo.

Lucas 2 v. 10 - 14 : E o anjo lhes disse: Não temais, porque eis aqui vos trago novas de grande alegria, que será para todo o povo: Pois, na cidade de Davi, vos nasceu hoje o Salvador, que é Cristo, o Senhor. E isto vos será por sinal: Achareis o menino envolto em panos, e deitado numa manjedoura. E, no mesmo instante, apareceu com o anjo uma multidão dos exércitos celestiais, louvando a Deus, e dizendo: Glória a Deus nas alturas, Paz na terra, boa vontade para com os homens.

Se a Bíblia diz que o dia do seu nascimento foi comemorado por anjos, que este dia é um dia de alegria e jubilo diante do Senhor – como é que alguns podem dizer que este dia não deve ser comemorado?

Se Deus se alegrou com o nascimento de Jesus porque o homem ainda acha motivos para barrar esta comemoração?Outro detalhe a ser questionado pelos cristãos é que no dia 25 de Dezembro era comemorado o dia do sol, o deu Mitra. Mas isto é motivo para que o povo de Deus não comemore o natal?Pelo contrário, isto é um motivo a mais para que possamos comemorar o Natal.

O DIA O DO SOL – 25 DE DEZEMBRO

O Império Romano comemorava a festividade do Sol Invicto no dia 25 de Dezembro, festa esta que era celebrada pelos adoradores do Sol. Estes adoradores eram identificados com Mitra.

O Mitraismo era um culto semelhante ao cristianismo, quando o dia 25 de Dezembro foi cogitado para o nascimento de Cristo, houve um grande conflito, mas quem venceu foi Jesus Cristo.

Neste dia, o cristianismo desbancou a festividade pagã.Particularmente, eu acredito que isto não foi por acaso, mas uma profecia que considerado como messiânica.

O profeta Malaquias profetizou no Capitulo 4v. 2 "Mas vós, os que temeis o meu nome, nascerá o sol da justiça, e cura trará nas suas asas; e saireis e saltareis como bezerro da estrebaria."

Esta foi uma profecia na qual ninguém comenta, mas que tem sentido quando ligamos com o dia da comemoração do natal?

O sol da justiça nasceu (Jesus) e o costume pagão foi esquecido ao longo dos anos, até hoje Cristo é honrado pelo seu nascimento no dia em que se comemorava o dia do sol.

A Luz de Cristo, o sol da justiça, estampou nos ares a sua glória e a sua onipotência tomando o lugar devido, a adoração do homem em uma data específica.Este acontecimento deu um novo rumo ao que era comemorado, uma festa pagã foi substituída por uma comemoração cristã.

Seria como se o carnaval fosse esquecido por uma comemoração em louvor a Deus, como se o dia de halloween fosse esquecido pela comemoração em louvor a Jesus. Se estes dias fossem substituídos para dar lugar a honra e glória ao Senhor, você não comemoraria?

A pergunta é: Se acontecesse a troca destes dias por uma comemoração Cristã, você comemoraria com alegria ou não?Acredito que seria uma grande vitória para o povo cristão, não importa o que se comemorava, mais o que passa a ser comemorado.

Faça um paralelo ao dia 12 de Outubro.O que você comemora no dia 12 de Outubro?

O dia da Aparecida ou o dia das crianças? Você não dá presentes aos seus filhos porque este dia é comemorado pelos católicos?

Então, pense comigo: Não importa se o dia é ou não 25 de Dezembro, o que devemos fazer é exaltar o nascimento de JESUS!

O Fato de Jesus ter nascido e dado a nós a oportunidade de salvação.Isto já nos dá um gozo em nossa alma porque o plano de Deus estava sendo concretizado, a aliança entre você e Deus, a comunhão do homem com Deus foi estabelecido pela morte de Cristo e para morrer, é necessário nascer.

Uma das questões mais discutidas no meio cristão é a questão do inverno e verão, mas será que Jesus não poderia nascer no Inverno?

JESUS NASCEU NO INVERNO OU NO VERÃO?

Existem teólogos e estudiosos sobre o tema que defendem as duas possibilidades: de que Jesus ter nascido no inverno e outros dizem que não.Vale a pena conhecer as duas posições para abrir o seu leque de informações sobre o assunto.

JESUS NÃO NASCEU NO INVERNO

Alguns levantam o problema do recenseamento determinado por Cesar Augusto no inverno, para eles, não seria possível viajar no deserto devido a temperatura. (Lucas 2 v. 1-2).

O fato do deslocamento de uma grande quantidade de pessoas de um local para o outro não seria comum ou apropriado no inverno, então alguns entendem que o nascimento de Jesus poderia ter acontecido no período entre Abril e Novembro.

Outro fator é que os pastores estavam no campo durante a noite, para quem já vez uma viagem a Israel, é de conhecimento que à noite, o frio é muito forte e que os pastores não conseguiriam agüentar a temperatura e não seria possível estar com o rebanho.Mas será que viajar no verão também não seria difícil pela alta temperatura que o deserto também proporciona?

JESUS PODE TER NASCIDO NO INVERNO

Eu gostaria de colocar uma posição contrária que pode ser que o nascimento de Jesus aconteceu no Inverno.Levando em conta que foi decretado pelo Imperador, ele não poderia ser questionado e nem desobedecido, os governantes romanos poderiam pedir o recenseamento a qualquer momento, não importando se estava no inverno ou no verão.

O recenseamento Romano tinha duas finalidades:
1- Declaração dos nomes das pessoas, sua ocupação, esposas, filhos, servos e propriedades.
2- Declaração do valor de suas propriedades, do dinheiro e outros recursos com que esperavam contribuir para a manutenção do governo, o fornecimento de homens e dinheiro.

Não sabemos a necessidade do governo nesta época, muitos judeus reclamavam do julgo dos romanos.

A espera de um libertador de Israel terreno era algo que todos esperavam ansiosamente porque não suportavam mais viver debaixo das vontades do governo Romano.

Outro fato que deve ser levada em conta é que Jesus não nasceu no relento como é demonstrado nos presépios, ele nasceu na estrebaria.

As casas normalmente tinham um lugar para colocar os animais, era como uma garagem, o que muitos livros chamam de primeiro plano da casa. Este lugar era disponibilizado para guardar os animais do frio.

Jesus estava na manjedoura, isto para alguns defensores do inverno demonstra que Jesus estava dentro da casa, ele estava protegido do frio.Na questão dos pastores que estariam com as ovelhas no campo, existe uma posição de R.N.Champlin que indica que as ovelhas reservadas para o sacrifício no templo eram postas a pastar nos campos e que circundavam Belém, que as ovelhas para o sacrifício não poderiam ser confinadas, elas teriam que ser criadas em pasto aberto.

Então se fosse inverno ou verão não importaria.

Estes pastores deveriam ser homens preparados para esta tarefa, cuidando das ovelhas que eram em beneficio a adoração efetuada no templo.O fato é que as primeiras pessoas abençoadas com a notícia, foram eles.

Os pastores foram abençoados por Deus e tiveram a oportunidade de ver o menino Jesus que seria a substituição dos sacrifícios, por amor e submissão à ordem do Senhor.

Deus tinha dado aos pastores a certeza de que aquele sacrifício de ficar tomando conta das ovelhas tanto no inverno como no verão ao relento, iria acabar em breve, em outros argumentos teológicos, a visita dos anjos aos pastores foi um presente do próprio Deus aos pastores pela fidelidade por guardar os animais.

Eles foram os primeiros a serem aviados da chegada do Messias.O interessante é que estes animais eram criados nas regiões de Belém e Jesus nasceu em Belém!

ELE NASCEU PARA MORRER POR NÓS !

As datas e o tempo ficam em segundo plano para o Cristão, o que não podemos esquecer é que Jesus foi uma promessa de Deus para resgatar o Homem.Quando olho para a Bíblia o nascimento de Jesus indica esperança - Ele é o libertador, o profeta, o sacerdote, e o próprio sacrifício.Para qualquer cristão o natal deve lembrar a materialização do Amor de Deus, a revelação do próprio Deus para o homem, a porta que nos dá entrada ao reino Celestial.

Antes de Jesus morrer, ele precisou nascer!

E a sua morte nos trouxe o nascimento espiritual.

Por isso quero lembrar Isaias 53:Quem deu credito a nossa pregação? E a quem se manifestou o braço do Senhor?Porque foi subindo como um renovo perante ele, e como raiz de uma terra seca; não tinha beleza nem formosura e, olhando nós para ele, não havia boa aparência para que o desejássemos.

Era desprezado, e o mais rejeitado entre os homens, homem de dores, experimentado nos trabalhos e, como um de quem os homens escondiam o rosto, era desprezado, e não fizemos caso dele caso algum. Verdadeiramente ele tomou sobre si as nossas enfermidades e as nossas dores levou sobre si, e nós o reputávamos por aflito, ferido de Deus, e oprimido.

Mas ele foi ferido por causa das nossas transgressões, e moído por causa das nossas iniqüidades, o castigo que nos trouxe a paz estava sobre ele, e pelas suas pisaduras fomos sarados. Todos nós estávamos desgarrados como ovelhas, cada um se desviava pelo seu caminho; mas o Senhor fez cair sobre ele à iniqüidade de nós todos.

Ele foi oprimido e afligido, mas não abriu a boca, como um cordeiro foi levado ao matadouro, e como ovelha muda perante os seus tosquiadores, assim ele não abriu a boca.Da opressão e do juízo foi tirado, e quem contará o tempo de sua vida?

Porquanto foi cortado da terra dos viventes, pela transgressão do meu povo ele foi atingido. E puseram a sua sepultura com os ímpios, e com o rico na sai morte; ainda que nunca cometeu injustiça, nem houve engano na sua boca.Todavia, ao Senhor agradou moê-lo fazendo enfermar, quando sua alma se puser por expiação do pecado, verá a sua posteridade, prolongará aos seus dias, e o bom prazer do Senhor prosperará na sua mão.

Ele verá o fruto do trabalho da sua alma, e ficará satisfeito; com o conhecimento o meu servo, o justo, justificará a muitos, porque as iniqüidades deles levará sobre si.

Por isso lhe darei a parte de muitos, e com os poderosos repartirá ele o despojo; porquanto derramou a sua alma na morte, e foi contado com os transgressores, mas ele levou sobre si o pecado de muitos, e intercedeu pelos transgressores.


ELE NASCEU PARA MORRER POR NÓS.

FELIZ ANIVERSÁRIO - JESUS

segunda-feira, 7 de dezembro de 2009

Pulseiras de borracha Colorida – O jogo do sexo - Por Pr. Alexandre Farias

Depois de pesquisar em diversos sites seculares e assistir algumas reportagens sobre as pulseiras coloridas, acredito que este assunto é verdadeiro e deve ser repassada para os pais.
No final deste artigo, colocarei os links dos artigos seculares que falam sobre as pulseiras do sexo.
Para que ninguém me chame de fanático, acredito que sites e jornais seculares não tenham nenhum tipo de fanatismo religioso e trazem as mesmas informações que eu estou trazendo neste artigo.
O que parecia uma pequena moda de criança e adolescente deve ser motivo de preocupação para os pais.

O que tem de errado crianças e adolescentes usarem algumas pulseiras coloridas?
O que eu achava estranho é que elas quebravam com a maior facilidade. Isto não era um problema para os pais porque por 1 real dava para comprar diversas de cores diferentes. Eu me espantei quando descobri o porquê elas quebravam facilmente.

Não era a qualidade das pulseiras, mas elas são feitas para ser quebradas com facilidade porque faz parte de um jogo que não tem nada de infantil - o jogo de sexo conhecido como SNAP.

Quem usa estas pulseiras esta participando deste jogo (SNAP).

É claro que existem crianças e adolescentes que não tem conhecimento deste jogo, que usam como bijuterias, usam porque elas são coloridas e chama atenção da criançada, mas o perigo é alguém aproveitar desta situação para abusar de uma criança ou adolescente e usar as pulseirinhas como uma desculpa.

A bíblia nos ensina que devemos fugir da aparência do mal, não podemos ser coniventes com este tipo de brincadeira ou jogo mesmo que estas pulseiras são usadas pelas crianças sem esta intenção.

Como nós estamos vendo muitos casos de pedofilia, temos que estar atento a este tipo de situação para que ninguém venha aproveitar e abusar das nossas crianças.

Não é qualquer pulseira, mas aquelas que quebram com facilidade. Muitos pais também aproveitam tal situação para proibir o uso de qualquer pulseira dizendo que todo tipo de pulseira é do diabo, isto é achar demônio em parque de diversão.

Para que você entenda melhor, eu quero explicar como o jogo funciona.


SNAP – O JOGO DO SEXO
O jogador escolhe uma garota que está usando estas pulseiras, vai até ela e quebra a pulseira manualmente. Se o garoto conseguir quebrar a pulseira, ele pode fazer o ato sexual ou intimo que a cor da pulseira significar.

Cada pulseira tem uma cor e ela determina qual é o tipo de ato que aquele jogador quer fazer. Então, os adolescentes entendem que quem usa este tipo de pulseira quer que faça aquilo que a cor da pulseira significa.

Alguns jogadores ficam com a pulseira como fosse um troféu. Da para acreditar!
Existem outros tipos de jogo que as pulseiras são partes essenciais.
Tug of War – Puxão de Guerra: Este jogo também tem o mesmo objetivo, mas o adolescente usam 2 pulseiras amarradas, elassão entrelaçadas uma a outra deixando mais o jogo mais difícil .

DAISY CHAIN – Corrente da Margarida: Tem o mesmo objetivo, mas é usado mais pulseiras com cores diferentes e em formato de flor.

Existem outros jogos de sexo que são feitos com estas pulseiras, mas o meu objetivo não é mostrar os tipos de jogo, mas alertar aos pais para o uso destas pulseiras. : Tem o mesmo objetivo, mas é usado mais pulseiras com cores diferentes e em formato de flor.

Existem outros jogos de sexo que são feitos com estas pulseiras, mas o meu objetivo não é mostrar os tipos de jogo, mas alertar aos pais para o uso destas pulseiras.


O SIGNIFICADO DE CADA COR

Cada pulseira tem um significado, ou seja, cada cor corresponde a um ato sexual ou intimo.

Veja a tabela de cor e qual é o seu significado:
Amarelo: Abraço
Rosa: Mostrar o peito.
Roxa: Beijo de língua ou talvez sexo.
Verde: Chupões no pescoço.
Vermelho : Fazer uma Lap Dance
Rosa: Sexo oral praticado pelo rapaz.
Branca: A menina escolhe o que preferir.
Azul: Sexo oral praticado pela menina.
Preta: Fazer sexo com o rapaz que quebrar a pulseira.
Dourada : Fazer todos os atos citados acima.

O meu objetivo é levar você, pai ou mãe, entender o problema.

O que pode acontecer se a minha filha continuar usando estas pulseiras?

Ela pode ser vitima de um abuso sexual. Como no mundo existem pessoas que aproveitam deste tipo de situação para agir, a sua menina ou menino pode ser vitima de algo que pode ser evitado com facilidade.

Não vou ficar surpreso se estas pulseiras começarem a ser usadas nas micaretas, nos bailes funks e também no carnaval.


COMO LIDAR COM AS CRIANÇAS?
Eu sempre recomendo que em primeiro lugar converse com seus filhos mostrando o objetivo de qualquer tipo de jogo ou game. É na conversa que o Espírito Santo trabalha no coração dos pequeninos. Se possível mostre alguns versículos que diga que devemos ficar longe da aparência do mal.

Não proíba sem ao menos eles entenderem a situação. A proibição sem entendimento cria uma curiosidade, um muro que a criança não pode pular, por enquanto, mas quando menos esperamos – eles já estão do outro lado.

As crianças são mais espertas que a gente pensa.


Citações de artigos sobre as pulseiras do sexo

segunda-feira, 16 de novembro de 2009

CriAArte

Quando pensava em como poderia servir a Deus com algo que eu soubesse fazer, me frustrava porque não sabia cantar, nem pregar com eloqüência.

O que eu sempre tive foram imaginação e criatividade.Percebi que essas eram minhas habilidades e que elas foram dadas por Deus.

Com o tempo, pude perceber que o Teatro seria minha forma de glorificá-lo e aprendi vendo em outros ministérios que é uma ferramenta poderosa nas mãos dos cristãos para ganhar almas.

Na liderança dos jovens há 3 anos atrás, sugeri a idéia de formarmos um grupo de evangelismo através da arte.

Com a benção do pastor Daniel e do Rogério, líder dos jovens, iniciamos nossos projetos há três anos e decidimos que o nome do grupo seria : CriAArte – que significa Cristo através da Arte.

Pessoas foram se achegando, nós fomos definindo nossos objetivos, e eles ficaram ainda mais claros quando conhecemos a Companhia Rhema, um grupo de cristãos que também usa a arte para ganhar almas para Cristo.

Assim como eles, entendemos que nosso trabalho tem que estar firmado em 4 pilares: o 1º, e não poderia ser diferente, é a Adoração (João 4:23,24); o 2º, Evangelismo, onde a palavra de Deus vai ser ministrada de forma criativa; o 3º, é o Ensino, pois acreditamos que Deus usa recursos visuais para ensinar as pessoas; e o 4º, é a Restauração, onde o foco é a restauração de vida, cristã ou não.

Nós cremos que toda forma de Arte foi criada por Deus e deve somente glorificar a Ele.

O próprio Jesus utilizava ilustrações para falar com o povo, as chamadas parábolas. E essa é nossa estratégia de evangelismo.Cada vez mais, temos visto em cada integrante o dom de criar e o temor a Deus, o que é fundamental.

Juntos, temos tido experiências incríveis e temos visto a mão, o cuidado e a vontade de Deus, que tanto tem nos capacitado nos detalhes de todas as criações graças a Deus.

Patricia - líder do ministério

terça-feira, 20 de outubro de 2009

Halloween - A FESTAS DAS BRUXAS

Por Pr. Alexandre Farias

Algumas escolas comemoram o dia das bruxas como uma festa da cultura americana, uma festa qualquer sem ao menos conhecer o seu significado e origem. (Assista o vídeo no final deste artigo para que saber como a bruxaria é uma religião).
O problema é quando estas escolas obrigam os seus alunos a participarem desta festa com a ameaça de “ quem não participa leva zero”Para que eu não possa ser chamado de preconceituoso – (preconceito é dar um conceito antes de conhecer o objeto do que se fala) este artigo tem pesquisas em fontes especializadas em bruxaria, revistas especializadas em bruxaria e até dicionário de ocultismo para que possamos conhecer a verdadeira festa do dia das bruxas.
Como todos têm o direito de adorar e ter a religião que quiser, eu também tenho o direito de levar a verdade sobre o Halloween, mostrar o que as escrituras Sagradas falam sobre a prática da bruxaria para o meu leitor.

Desta os pais podem decidir se seus filhos devem ou não participar do dia das bruxas na escola.


As escolas podem obrigar o meu filho participar doHalloween?

Algumas escolas obrigam as crianças a participar desta festa, mas elas não têm este direito, a constituição brasileira nos permite dizer não a qualquer tipo de participação de festas religiosas que vai contra a nossa regra de fé.

Esta posição está amparada no Inciso 5º da Constituição Federal que reza : "é inviolável a liberdade de consciência e de crença, sendo assegurado o livre exercício dos cultos religiosos e garantida, na forma da lei, a proteção aos locais dos cultos e suas liturgias".

Fica claro que é inviolável a liberdade religiosa e os nossos filhos não podem ser obrigados a participar de qualquer festa tipo de festa como esta.

Mas o que é Bruxaria?


A bruxaria nos dias de hoje é conhecida como WICCA , o neo paganismo que a cada dia tem alcançado adolescentes e jovens “adoradores de Harry Potter” – O garoto propaganda da neo bruxaria. A bruxaria é uma religião.

O livro Wicca-Crenças e Práticas, Grary Cantrell, Madras Editora, traz a seguinte definição: "Nossa religião (bruxaria-Wicca), é legalmente reconhecida e está sob proteção da Primeira Emenda da Constituição dos Estados Unidos e, nosso isolamento do resto da comunidade religiosa deve e precisa terminar."O sacerdote bruxo afirma "o nosso oficio está crescendo e se diversificando em alta velocidade fenomenal" (Pag 17 Wicca-Crenças e Práticas, Grary Cantrell, Madras Editora).


Mas o que este tipo de festa pode trazer ao meu filho?

No sentido pedagógico nada. Da mesma forma que muitas escolas não abrem suas salas de aulas para que o evangelho seja levado para que as crianças conheçam a verdade sobre a páscoa e o Natal da forma bíblica, porque nós temos que ceder e deixar que os nossos filhos participem do Halloween?

A resposta é sempre: “Nós não podemos abrir para que falem do cristianismo porque as crianças podem ser de outras religiões e elas podem ser influenciadas e os pais podem não gostar desta situação.”

Então porque as escolas abrem espaço para comemorar o halloween?

O Halloween pode despertar o interesse das crianças querer conhecer a bruxaria, conhecer o paganismo e mais tarde rejeitar Jesus como o seu Senhor e salvador, não aceitar Deus como soberano sobre em sua vida e querer adorar vários deuses.

Estas são as doutrinas da bruxaria. É claro que possuímos o livre arbítrio, mas todo livre arbítrio é influenciado por aquilo que nos cerca!Não precisamos deixar com que os nossos filhos conheçam nenhuma religião precocemente antes que elas tenham formado o seu caráter ou tenha maturidade suficiente para ter uma escolha própria ou julgamento pessoal.

O exemplo vem do próprio cristianismo, algumas igrejas protestantes não batizam crianças porque elas não têm conhecimento suficiente para escolher se vão querer ou não seguir Jesus em sua vida. O batismo tem uma conotação de testemunho público – como uma criança vai fazer o seu testemunho público se ela não tem conhecimento do que ela está fazendo?

O batismo deve ser feito quando o homem tem consciência de sua escolha, desta forma nós também não queremos que as crianças sejam iludidas pelas festas das quais tem conotações espirituais sem o seu conhecimento prévio.

Interesses por religiões desde pequenos

Uma revista voltada para o misticismo trouxe uma reportagem que pode mostrar como as crianças são influenciadas por livros, peças teatrais e até historias que as professoras contam nas escolas sobre religiões.

A revista “Bons Fluidos” trouxe uma reportagem de crianças que se envolveram com outras religiões.
Um garoto de 6 anos começou a se interessar por hinduísmo depois que a professora ensinou um mantra."No quarto de brinquedos de P. Q., 6 anos, bolas, carrinhos, dinossauros e cobras de borracha convivem com um pequeno altar ecumênico. Arrumadas em um canto do cômodo, imagens de divindades indianas, de Buda e de Nossa Senhora despertam a atenção de quem entra ali pela primeira vez. "

O garoto fala do seu gosto sobre os deuses hindus: "Gosto de todos os deuses, mas meu preferido é Brahma, ele tem quatro cabeças e é o mais poderoso do Universo", conta com desenvoltura.

"Também acho legais Shiva e Vishnu, que, junto com Brahma, comandam tudo", continua. De modo simples e autêntico, Pedro demonstra que entende um pouco de uma cultura muito distante da sua. Seus três deuses favoritos formam a trindade sagrada que, para o hinduísmo, controla o mundo".

Como surgiu o interesse pelo hinduísmo?

O interesse de Pedro, aluno da Escola Viva, de São Paulo, surgiu na escola. "Um dia, a gente escutou algumas histórias de deuses. Depois, sentamos e ficamos repetindo om, om, om, que é um mantra", explica.

Sua mãe conta que ele se interessou também por mitologia grega. "Para satisfazer a curiosidade dele, passei a pesquisar na internet e a conversar com amigos", lembra. Eles foram juntos assistir à peça infantil As Jóias de Krishna. "Gostei. Lá, aprendi por que Ganesha, deus da sabedoria, tem cara de elefante. Acho legal que nenhum deus seja só bonzinho. Eles lutam e fazem as pazes", diz o garoto.

REALIZAR UMA MAGIA – ESTE É O MEUSONHO...

Outro relato que a matéria traz é a de um menino de 9 anos que se interessou por bruxaria e feitiços : "Sentado no alto de uma árvore, Antônio Canto Porto de Moraes, 9 anos, tenta recitar um dos feitiços que aprendeu em seu ultramanuseado exemplar de O Livro Secreto dos Bruxos, de Janice Eaton Kilby, Deborah Morgenthal e Terry Taylor, (Ed. Melhoramentos), leitura de cabeceira diária e obrigatória."Realizar uma magia: esse é meu maior sonho. Se um dia eu conseguir, serei a criatura mais feliz do planeta", confessa o menino".

Fã de Harry Potter - o garoto mago da série homônima criada pela inglesa J. K. Rowling -, o garoto diz que troca qualquer jogo de futebol por uma sessão de bruxaria entre amigos.

"Bruxaria do bem, tá? Não gosto de violência nem de coisas negativas", faz questão de esclarecer.No último Natal, pediu de presente uma tenda roxa com estrelas bordadas porque queria um lugar especial para fazer rituais.

"Não ganhei, mas tenho fantasia de mago, coleção de duendes e gnomos e minha mãe já disse que, quando eu crescer, vou estudar em uma escola de bruxos", conta.

Sua mãe concorda que o garoto aprenda bruxaria : "Se encontrarmos um lugar bacana, por que não? Respeito a sensibilidade dele, que sempre teve inclinação para esses assuntos. Estimulo sua vontade de aprender e procuro fornecer leituras adequadas à sua idade", afirma Manuela, que é católica.

O que quero mostrar é que a criança possui uma tendência de se envolver a fundo naquilo que é passado através de histórias, programações ou até mesmo festas.

Dizer que Halloween é uma festa qualquer demonstra a falta de conhecimento e participar de algo que não se conhece. Isso não deveria ser um erro de pedagogos ou de diretores das instituições educacionais.


ORIGEM DO HALLOWEEN
Da mesma forma que nós cristãos comemoramos a páscoa e o natal com significados importantes para cristianismo, o Halloween também é comemorado e considerado um dia importante para a religião pagã. Existem oito dias de cerimônias sagradas para as bruxas, os quatro maiores e quatro menores.

O Halloween está incluído nos principais Sabás : IMBOLC, BELTAIN, LUGHNASADH e SAMHAIM (este último é o dia de Halloween).No dia 31 de Outubro é comemorado o festival que introduz a estação das trevas.

De acordo com a história, este dia originou-se nos antigos festivais de outono Celtas que eram ligados à feitiçaria e à magia.

Os bruxos acreditam que o portal que separa os mortos dos vivos se abre e eles passam a ter contato com os vivos.

O livro Wicca de Gary Contrell, Wicca-Crenças e Práticas, na pagina 95, o autor faz o seguinte relato referente a Halloween:"O Sabá do Samhaim celebra o ciclo eterno da reencarnação e marca o início do inverno céltico. O velho Deus morre nesta noite para renascer no Yule, dando continuação à Roda da Vida do Ano. Se o ritual for adequadamente feito, geralmente se percebe a presença de amigos invisíveis."

Então este dia não é apenas um dia de doces e travessuras, mas o dia em que a religião pagã realiza a prática da necromancia.Dentro dos rituais, frutas como maças, melões, abóboras, além de cereais ou nozes de outono são decorações típicas do Samhaim.

Por mais que pareça uma brincadeira, o dia das bruxas tem uma relação religiosa, ou você acha que ter um contato com mortos é brincadeira de criança?

É claro que não, dentro deste dia há processos ritualísticos a serem feitos como: purificar a área ou o círculo, invocar os quadrantes (vento, terra, água e fogo)e o Senhor e a Senhora (deuses) com orações de evocações.

Existem orações que invocam espíritos da morte e a deusa pedindo que os visitem e que os guiem pelo caminho que estes espíritos e a deusa quiser. Estes rituais são acompanhados por diversos processos de invocação, velas e musicas.Os cânticos evoca a reencarnação, a morte e a pratica a adoração a deusa.
NECROMANCIA

Os adeptos a bruxaria neste dia falam de pessoas que já morreram, de amigos e animais que perderam naquele ano, pois o dia é celebrado com a influência da morte.Depois o sacerdote indica o ritual do bolo e da cerveja para celebrar a possibilidade de contato com eles (em alguns convéns podem ser feito outros rituais- cada grupo pode ter o seu ritual personalizado ou seja, não precisa ser necessariamente o que todos fazem).


DOCES OU TRAVESSURAS?

Esta pratica é a mesma que os antigos tinham para proteger suas lavouras neste dia.

A prática de dar oferendas aos espíritos está ligado diretamente a proteção de suas lavouras, eles acreditavam que os mortos vinham com Samhaim e tinham que ser recebidos com oferendas contendo doces e frutas para que eles não fizessem nenhum dano as suas plantações.

Muitos colocavam fogueiras no canto de suas fazendas para afugentar os maus espíritos e aplacar poderes sobrenaturais que controlavam os processos da natureza.

Nesta festa, os praticantes de bruxaria dizem que deixar uma oferenda de alimentos ou bebida na entrada da casa serve para revigorar as almas dos mortos.( livro Wicca Crenças e Práticas, pág.95)

A invocação dos quadrantes e dos deuses são feitos em lugares purificados em alguns convéns.


HALLOWEEN VEM DOS AMERICANOS?

O Halloween foi introduzido nos Estados Unidos pelos Irlandeses.

A sua origem remonta as tradições celtas, povo que viveram na Gália e nas ilhas da Grã-Betanha entre 600 e 800 d.C.Esta pratica foi sendo esquecida devido a evangelização cristã nestes territórios, a religião Celta começou a desaparecer.

Como eles tinham uma tradição oral, eles não escreveram quase nada sobre a sua religião.Os Estados Unidos receberam estas festas com o surgimento da religião pagã em seu território.

O Halloween foi introduzido nos Estados Unidos pelos Irlandeses. Não há nenhuma fantasia em Halloween, é um dos dias de rituais na religião Wicca. Hoje podemos dizer que a Wicca é a neo-bruxaria. Para as bruxas este dia é o último dia do ano.

SIMBOLISMO DO HALLOWEEN

ABOBORA COM ROSTO - Esta vem de uma lenda : um homem chamado Jack morreu e foi lhe foi negado a sua entrada no céu e no inferno. Condenado a viver perambulando pela terra como uma alma penada, ele colocou uma brasa brilhante num grande nabo oco para iluminar o seu caminho à noite. Este talismã virou abóbora iluminada que simboliza Jack.



NABOS - O nabo também era o tipo de lanternas que os Celtas acreditavam que eles mandavam os espíritos embora, este símbolo continua com o uso das abóboras iluminadas.

VELAS - Neste dia é usado muitas velas marrons e alaranjadas. Muitos pentagramas possui
estas velas em seus quadrantes.

USO DO PENTAGRAMA - O pentagrama tem sido usado como amuleto, mas ele é um símbolo básico da feitiçaria. É o ponto central do trabalho de encantamento e geralmente é colocado sobre ou na frente do altar – Ele representa o fogo, terra, ar, água e espírito.

PESCAR MAÇÃS EM UM TONEL - Esta antiga prática veio de adivinhar o futuro. O participante que obtinha sucesso poderia contar com a ajuda dos espíritos para a realização amorosa com a pessoa amada.


PEDIR DOCES - Esse costume veio da tradição Irlandesa, quando um homem conduzia uma procissão para angariar contribuições dos agricultores para que suas colheitas não fossem amaldiçoadas por demônios.


Isso me faz pensar : O que as crianças que saem pedindo doces ou travessuras representam?O que acontece se elas não conseguem os doces? Elas fazem as travessuras.Se você pensar um pouco, o agricultor pedia alguma coisa para dar de oferta aos demônios.


HALLOWEEN A LUZ DA PALAVRA DE DEUS
Infelizmente o espaço é curto para muitas informações que poderíamos dar aqui, contudo quero levar você à luz da Palavra de Deus.Pessoas que participam dessa festa têm que se conscientizar o que Halloween traz como conseqüência, estamos debaixo da lei da semeadura “ O que o Homem semear, ele irá colher”.
Neste tipo de ritual encontramos a Necromancia, animismo, o Politeísmo e práticas pagãs, estas práticas não condizem com as Sagradas Escrituras.
A
bíblia nos da uma posição clara sobre a prática da bruxaria e não há possibilidade de alguém que está morto entrar em contato com o mundo dos vivos, o que para Deus é abominação.
Hebreus 9 v.27: "Pois aos homens esta ordenado viver e morrer uma só vez, depois disso juízo".
Isaias 8 v. 19-20
"Quando pois, vos disserem:Consultai os que tem espíritos familiares e aos adivinhos, que chilreiam e murmuram: Porventura não consultará o povo o seu Deus? A favor dos vivos, consultará aos mortos? Á lei e ao testemunho! Se eles não falarem segundo esta palavra, é porque não há luz neles".
O que não podemos deixar de dizer é que os que apóiam ou participam desta festa estão fazendo parte da mesa dos espíritos malignos e demônios, porque coadunam com o mesmo objetivo e propósito da festa.
I Co 10 v. 18-22
"Vede a Israel segundo a carne; os que comem os sacrifícios não são porventura participantes do altar? Mas que digo? Que o ídolo é alguma coisa? Ou que o sacrificado ao ídolo é alguma coisa? Antes digo estas coisas que os gentios sacrificam, as sacrificam aos demônios, e não a Deus. E não quero que sejas participantes com os demônios. Ou irritemos o Senhor? Somos nós mais fortes do que ele?"
Se participarmos dessa festa estamos sendo cúmplices da mesma, a pessoa tem que ter a sã consciência que está envolvida com este ritual.
E os professores cristãos que são obrigados a participar?Como fazer, participar ou não?
Devemos compreender que não é fácil estar na pele deles, mas não posso invalidar a palavra de Deus porque um dos mandamentos de Jesus é "AMAR A DEUS SOBRE TODAS AS COISAS".
Mesmo que o meu emprego esteja em jogo, devo primeiro olhar para o envolvimento espiritual que estamos oferecendo às crianças ou que estamos sendo envolvidos a realizar por uma obrigação profissional.
A nossa Constituição nos garante o nosso trabalho, ninguém pode mandar você embora por causa de que não participou desta "atividade" e nem mesmo obrigar a qualquer aluno a participar.
O que assegura a nossa Constituição?
"É INVIOLÁVEL A LIBERDADE DE CRENÇA, SENDO ASSEGURADO O LIVRE EXERCICIO DOS CULTOS RELIGIOSOS E GARANTIDA, NA FORMA DE LEI, A PROTEÇÃO AOS LOCAIS DE CULTOS E AS SUAS LITURGIAS -(ART.VI-Capitulo I - Titulo II)".
Pedro escreveu: "Mas também, se padecerdes por amor da justiça, sois bem-aventurados. E não temais com medo deles, nem vos turbeis; antes santificai ao Senhor Deus em vossos corações, e estai sempre preparados para responder com mansidão e temor a qualquer que vos pedir à razão da esperança que há em vós, tendo uma boa consciência, para que naquilo em que falam de vós, como de malfeitores, fiquem confundidos os que blasfemam do vosso bom porte em Cristo. Porque melhor padeceis fazendo bem (se a vontade de Deus assim o quer), do que fazendo mal. (1ª Pe 3 13 -17)
E difícil tomar decisões assim, mas que o Senhor possa dar força para esta atitude.Infelizmente existem pessoas que não querem saber, participam do Halloween como se fosse uma festa de aniversário.
A Bíblia alerta a este respeito, que pessoas têm vivido como acham que devem ser.
"Mas o Espírito expressamente diz: que nos últimos tempos, apostatarão alguns da fé, dando ouvidos a espíritos enganadores e a doutrina de demônios." (I Tm 4v.1)
Lembre que "a nossa luta não é contra carne, mas contra potestades, principados e príncipes das trevas, contra as hostes espirituais da maldade, nos lugares celestiais". EFESIOS 6 V.12.
Bibliografia:
*Wicca-Crenças e Práticas, Grary Cantrell, Madras Editora
*Sites da wicca
*Revista Bons Fluidos – editora Abril.
Pr. Alexandre Farias é teólogo e apologista do ICP, consultor teologico da revista Saber e Fé e Defesa da fé e cursa 2a. Filosofia na Universidade Metodista ABC

quarta-feira, 23 de setembro de 2009

A IMPORTÂNCIA DA ADORAÇÃO NA VIDA DO CRENTE - Por Pr. Simões Dias Lopes

Está bem claro na Bíblia que Deus está à procura de verdadeiros adoradores. Disto todos nós sabemos.
Quando alguém se preocupa em adorar a Deus tudo começa a se transformar em sua vida.
Nestes dias estamos ministrando na Escola Bíblica Dominical da IECP sede a respeito do mover de Deus na adoração. Não dá para escrever tudo que ministramos, mas será um prazer compartilhar com você um pouco da verdade bíblica sobre a adoração.

Quero abrir esta série de estudos falando da experiência que Isaías, o profeta, teve com Deus.

No capítulo 6 de Isaías lemos que o profeta se vê envolvido em um ambiente de adoração onde ele vê o Senhor assentado em um alto e sublime trono e vê as abas das suas vestes enchendo o templo.

Os serafins voavam e clamavam um para o outro, dizendo: Santo! Santo! Santo é o Senhor dos Exércitos! Toda a terra está cheia da Sua glória.

Naquele ambiente onde Deus estava sendo exaltado e glorificado o profeta começa a olhar para si mesmo e enxergar a sua real situação diante de Deus.

Em meio a um momento de adoração passamos a ver o Senhor. Não podemos ver seu lindo rosto, mas podemos perceber Sua gloriosa presença. Passamos a sentir sua graça e Sua alegria. Começamos a desejá-lo mesmo sem nunca ter visto.

Depois aprendemos que, na presença de Deus, passamos a ver nosso próprio estado ou nível espiritual. Deus mostra quem nós somos em meio a adoração. Mas não parou por aí. Isaías também foi purificado por Deus.

A presença de Deus na adoração nos libera para os seus propósitos. Deus não está apenas preocupado em nos enviar. Ele quer nos preparar antes de enviar.

Deus está mais preocupado com aquilo que somos do que com aquilo que fazemos.

Talvez você não esteja entendendo o que está acontecendo na tua vida, mas com certeza Deus está te preparando antes de te enviar. A massa de um pão só pode sair do forno depois de pronto.

O pão jamais ficará pronto sem que o forno esteja muito quente. Nós somos transformados para fazer a vontade de Deus.

Depois de ser purificado Isaías ouve a voz de Deus e depois é enviado.

Para terminar vamos rever os quatro passos deste protocolo celestial que a Bíblia nos ensina através de Isaías 6:

*Isaías vê o Senhor.
*Isaías vê a si mesmo e é purificado.
*Isaías ouve a voz de Deus.
*Isaías é enviado

Podemos concluir que a presença de Deus na adoração nos libera para os seus propósitos.
Deus abençoe

terça-feira, 15 de setembro de 2009

Missionária Elenice Mendonça

A Paz do Senhor Jesus.

Iniciamos este ano com vários desafios: alunos novos, planejamento de aulas, agendamento de professores, manual de alunos, agenda de trabalho supervisionado, Leitura Bíblica, cadernetas...

Há quem pense que trabalhar com formação de obreiros é fácil, mas não é... Caminhamos sob a graça de Deus, pedindo discernimento e direção para todas as decisões que precisamos tomar, pois Deus nos deu a responsabilidade de cuidarmos e prepararmos uma parte dos futuros pastores e missionários que estarão levando a mensagem da Salvação aos quatro cantos do mundo, e que além de toda área acadêmica é preciso ensiná-los que evangelho, primeiramente, se prega com a vida; Ensiná-los que antes de falar sobre evangelho, é preciso viver este evangelho...

Alguns alunos chegam aqui sem a mínima noção do que é um seminário, outros porque acham bonito ser missionários, outros, depois de um tempo, não sabem mais o porquê estão aqui... Mas, em meio a esses pensamentos confusos e crises existenciais, existem diamantes brutos, prontos para serem lapidados e o seminário foi o lugar que Deus escolheu para transformar essas vidas.

Trabalhando como assistente de coordenação estou 100% envolvida com tudo isso, e para minha surpresa, Deus me entregou outro desafio: lecionar Grego para o 1º ano. A princípio, fiquei preocupada, mas, entendi que estava na hora de deixar a insegurança de lado e confiar no Deus que nos capacita para toda boa obra. Com um mês de aula, o professor do 2º ano não pôde mais continuar lecionando no seminário.


O pastor Eliézer (coordenador acadêmico) me pediu para lecionar para o 2º ano também... Fiquei surpresa (preocupada) e fui orar. Falei para o Senhor que se era isso que Ele queria de mim, eu estava disposta a enfrentar mais esse desafio, se não, que ele mandasse um professor de grego o mais rápido possível... Resultado: Estou lecionado para as duas turmas e fui convidada para continuar lecionando no segundo semestre, e tudo isso para a Glória de Deus! Pois ele tem me capacitado a cada dia.

Por trás de todo esse trabalho administrativo, tem os momentos que Deus reserva para nos usar em particular para determinadas situações, e isso acontece em uma conversa informal, em um momento durante a ministração da aula, ou em situações extremas... Uma palavra de ânimo, uma palavra de exortação, uma oração, o compartilhar de alegrias e tristezas e nunca esquecer:


Pessoas têm valores eternos...

Deus tem seus meios de trabalhar, e só iremos entender quando ele terminar... No momento ele está trabalhando na minha vida, me apresentando desafios novos a cada dia... Situações que muitas vezes parecem sem soluções, mas ele sempre nos surpreende com seu imenso amor e poder.

Em 2007, Deus começou a fazer algumas mudanças aqui no seminário, e ele ainda não terminou. Hoje, recebemos a notícia que o vice-diretor, pr. Satyrio, não faz mais parte do quadro administrativo do seminário... Ao que cabe a nós, é somente orarmos e confiarmos no Deus que conduz a história e na palavra que diz: Todas as coisas cooperam para o bem daqueles que amam a Deus.

Chegamos ao fim do primeiro semestre, e temos muitos motivos de louvor ao Senhor:
*Pelos alunos que permaneceram firmes e não desistiram do curso;
*Pela provisão de Deus que tem nos dado o pão de cada dia;
*Pelo bom aproveitamento dos alunos nas disciplinas;
*Pela vida do pr. Eliézer e sua esposa Cristiane que tem acreditado e investido tempo na vida dos alunos;

Estamos entrando no segundo semestre e novas metas estão sendo traçadas. Ore:
*Pelo retorno dos alunos;
*Por novos alunos para mais uma turma de 1º ano;
*Pelos projetos de educação teológica que estão em construção;
*Pelo Quadro Administrativo do Seminário Vale da Bênção;
*Por renovo físico, espiritual e emocional nas nossas vidas;
Também quero deixar registrado o meu imenso carinho por todos vocês, pela confiança depositada em mim e dizer que vocês também fazem parte do meu ministério; que através da minha vida, a IECP também tem investido neste ministério de formação de obreiros, e isso também é motivo de louvor ao nosso Deus!
Que Deus em Cristo abençoe a todos!
Elenice Mendonça - Seminário Vale da Bênção


Ora, o Deus da Paz, que tornou a trazer dentre os mortos a Jesus, nosso Senhor, o grande Pastor das ovelhas, pelo sangue da eterna aliança, vos aperfeiçoe em todo o bem, para cumprirdes a sua vontade, operando em vós o que é agradável diante dele, por Jesus Cristo, a quem seja a glória para todo o sempre. Amém!
Hebreus 13.20,21

quarta-feira, 2 de setembro de 2009

Os Últimos Dias - Por Robert Gromack

Muitas expressões nas Escrituras apontam para o “Fim dos Tempos”, algumas vezes chamado de “Últimos Dias”, “Últimos Tempos” ou “Último Tempo”, “Último Dia”, ou “Última Hora”.

As várias expressões estão todas relacionadas com o programa criativo-redentor de Deus para este Universo espacial-temporal e apontam para um período de tempo específico – término do propósito de Deus para um grupo especial de pessoas. Pelo menos quatro grandes períodos de tempo podem ser designados com o título descritivo de “os últimos dias”.

A Encarnação de Jesus Cristo

Pedro declarou que Jesus Cristo foi “manifestado nestes últimos tempos” para morrer pelos pecados do mundo (I Pe 1.20). Esta afirmação corresponde à “plenitude dos tempos”, quando Deus enviou Seu filho para ser o Salvador (Gl 4.4). Num conceito semelhante, Deus “a nós falou-nos, nestes últimos dias, pelo Filho” (Hb 1.1).

Os Últimos Dias de Israel, ou os Dias Finais Antes da Nova Aliança.

O programa de Deus para Israel começou com Sua aliança prometida a Abraão de que Ele faria do patriarca uma “grande nação” (Gn 12.1-3). Pelos 2 mil anos seguintes, Deus efetuou seu programa criativo-redentor no povo de Israel e por meio dele. Esta fase terminou com a morte e ascensão de Jesus Cristo.

Nos últimos dias de Israel, a nação experimentará angústia, provação ou tribulação sem precedentes (Dt 4.30; 31.29; Jr 30.24), que ocorrerão durante a predita “septuaginta semana de Daniel” (Dn 9.24-27) e envolverão uma invasão por uma confederação de exércitos do Norte que será destruída diretamente por Deus (Ez 38.16). Nesse tempo, Israel passará por arrependimento e conversão nacionais (Dt 4.30; Os 3.4-5; Rm 11.26-27) e desfrutará plenamente das completas bênçãos da Nova Aliança durante o Reino Milenar (Jr 31.31-37).

O reino de Deus, governado por Jesus Cristo no trono de Davi em Jerusalém será estabelecido com Israel como a nação dominante (Dn 2.44-45). Israel experimentará o total cumprimento de todas as alianças divinas incondicionais: Abraâmica, da Terra, Davídica e Nova (Dt 4.30). As bênçãos de Jacó sobre seus doze filhos serão então finalizadas.

Os Últimos Dias do Domínio Mundial Gentio.

Este período de tempo, denominado “tempo dos gentios” por Jesus Cristo (Lc 21.24), começou com a destruição do reino judaico pelo rei babilônico Nabucodonosor em 586 a.C. e essencialmente envolve o domínio das nações gentias sobre o mundo e Israel desde a destruição do antigo reino judaico até seu restabelecimento quando Jesus retornar a Terra a batalha do Armagedon dará fim ao reino gentio para sempre e introduzirá o reinado milenar e eterno de Cristo (Dn 2.28; Ap.16.13-21).

Os Últimos Dias da Igreja.

Os apóstolos alertaram que os últimos dias da era da Igreja seriam marcados por apostasias doutrinária (I Tg.1-3; 2Pe 3.3-4; Jd 1.17-19) deterioração moral (Tg 5.3; 2Pe3.3) e o surgimento de muitos anticristos (IJo 2.18-19). Os Apóstolos também avisaram aos seus leitores que as características dos últimos dias estavam presentes no seu próprio tempo. (2Tm 3.1-5; Jd 1.17-19). Assim, os últimos dias para a Era da Igreja eram tão iminentes quanto o próprio Arrebatamento. Qualquer que seja o tempo do Arrebatamento, o clímax da salvação pessoal ocorrerá e a Era da Igreja terminará (IPe 1.5).

Noite da Pizza na IECP Jabaquara - Por Monyck Poli N. dos Santos

No dia 25 de Julho o Grupo de Jovens e Adolescentes da Igreja Evangélica Cristã Presbiteriana de Cidade Ademar – Jabaquara , realizou a Noite da Pizza, com direito até a pizzas doces.

O objetivo desta Noite da Pizza era convidar pessoas que não conheciam o amor de Deus para que estivessem juntamente com a igreja ouvindo da Bíblia e desfrutando da comunhão que há quando a igreja de Cristo se reúne, cumprindo o versículo da Bíblia que diz : “Oh!Quão bom e quão suave é que os irmãos vivam em união! (Salmos 133:1)

Para que esta noite acontecesse foram necessários muitos preparativos: confeccionar os convites, decorar e organizar o salão, organizar a equipe que estaria servindo as pizzas e os refrigerantes , outra equipe para a cozinha, preparar a ministração da Palavra e os louvores que seriam tocados.

Os jovens e adolescentes juntamente com toda a igreja , se empenharam em convidar pessoas que ainda não conheciam a Cristo para participarem do evento.Muitos atenderam ao convite e Deus reuniu um grupo de pessoas para estar ali , ouvindo a Palavra de Deus em comunhão como Corpo de Cristo.

Foram entoados louvores a Deus, a Palavra de Deus foi pregada e todos os presentes assistiram a um vídeo que demonstrava o amor de Deus pela humanidade.Em seguida o apelo para entregar sua vida a Deus e aceitar a Jesus como seu único Senhor e Salvador foi realizado.Muitas pessoas , entre crianças, adolescentes, jovens e adultos receberam ao Senhor em seus corações.GLÓRIA A DEUS POR ISSO!

Para esta noite ficar ainda mais alegre, aconteceu um concurso de talentos com diversas apresentações de músicas e danças.

Era tão real a doce , alegre e maravilhosa presença de Deus nessa especial Noite da Pizza.

O grupo de Jovens e Adolescentes da IECP Cidade Ademar agradece ao Senhor por ter abençoado e dirigido este evento; tudo aconteceu debaixo da benção de Deus.O grupo agradece também a todos que estiveram presentes e aos que colaboraram.

Louvado seja o Senhor!!!

sexta-feira, 14 de agosto de 2009

XII Caravana a Grécia, Egito e Israel - Saída 09 de Janeiro

CLIQUE NOS BANNERS PARA AMPLIAR E LER O ROTEIRO DESTA MARAVILHOSA VIAGEM



Se você deseja conhecer a Grécia, Egito e Israel não perca esta oportunidade !
Entre em contato com a IECP SEDE
TEL: 011 - 2947 4335
Fale com o Pr. Daniel Candido de Oliveira
Reserve o seu lugar nesta viagem!

Volte para o Portal IECP - http://www.portaliecp.com.br/

XV Conferência Missionária 2009 - Por Celso Vasconcellos


Quem há de ir por nós? ... Pois em meu nome esperam as nações” (Isaías 6:8 c/ Mateus 12:21)

A décima quinta Conferência Missionária realizada na igreja sede da IECP em Vila das Mercês foi uma grande benção e motivo de alegria para todos os participantes.

A tradicional abertura com a entrada das bandeiras de diversas nações foi um dos momentos mais marcantes da conferência, as bandeiras carregadas pelo Grupo Reviver despertaram a consciência de que muitas nações precisam ser alcançadas pelas boas novas do evangelho.

Os preletores da conferência foram o Pastor Silas Tostes e sua esposa Missionária Márcia Tostes da missão Antioquia (Foto ao Lado Pr.Sergio Mamede , Pr. Silas Tostes e Edna Líder do Dep. Missões da IECP Sede).


Durante as ministrações toda igreja glorificou o nome do Senhor pelas obras maravilhosas que tem realizado no mundo todo através de muitos missionários. Os testemunhos mais marcantes foram os relatos de aparições do próprio Senhor Jesus para muitos muçulmanos.

Na manhã de domingo ouvimos a ministração do Missionário Laurindo relatando a grande obra que Jesus está fazendo no Senegal, as imagens de um vídeo com o batismo de irmãos senegaleses encheu o coração de todos com muita alegria.

Antes da ministrações assistimos a um vídeo dos missionários Davi e Sandra no México, Rodolfo e Talita na Índia e a Missionária Lucinéia Bandeira em Guiné Bissau, os missionários agradeceram por todo apoio e intercessão pelo trabalho no campo missionário. Embora a saudade seja grande todos estão alegres por cumprir o chamado e glorificar o nome de Jesus.


Outra grande benção foi a Conferencia Missionária Infantil, com programação específica para as crianças, porém com o mesmo tema. ( Leia logo abaixo sobre a conferência Infantil)

O departamento de missões organizou a sala de missões com fotos dos missionários da IECP no campo, também dedicou um dos murais exclusivamente com imagens e textos da Coréia do Norte, país mais fechado para o evangelho.

Nos três dias de conferência durante as ministrações irmãos oravam na sala de missões pela Coréia do Norte, intercedendo por aquele povo que embora distante também foi alvo do amor que Cristo demonstrou na cruz
O tema da décima quinta conferência com toda certeza nasceu no coração de Deus, pois no mundo todo há um grande clamor e as nações precisam ouvir e viver no amor de Jesus.
“Quem há de ir por nós?”. Temos a certeza de que a chama missionária foi acesa em muitas corações e com certeza mais vida serão alcançadas pela graça do Senhor. Glorificamos a Deus por mais esta conferência.

CONFERÊNCIA MISSIONÁRIA INFANTIL
Por Talita Silvério


"E traziam-lhes meninos para que lhes tocasse, mas os discípulos repreendiam aos que lhos traziam. Jesus, porém, vendo isto, indignou-se, e disse-lhes: Deixai vir os meninos a mim, e não os impeçais; porque dos tais é o reino de Deus." (Mc 10.13,14).

Esta é uma passagem muito conhecida de todos nós. Podemos ver a ansiedade dos pais pela bênção de Jesus para seus filhos e, ao mesmo tempo, a postura contrária dos discípulos. Entretanto, Jesus indignou-se com eles e, não só abençoou as crianças, mas teve um carinho especial, tomou-as nos braços e impôs-lhes as mãos.
Ainda hoje, muitos continuam agindo como os discípulos.

Crêem que as crianças devem ser retiradas do templo para não fazer barulho e não atrapalhar o culto. Crêem que elas devem ir para o "cultinho", como se este outro culto fosse uma espécie de "parque infantil", ou apenas um lugar para ficarem desenhando. Por isso, gostaríamos de contar-lhes o que se passou em nosso culto infantil durante a Conferência Missionária:

Compareceram mais de 175 (cento e setenta e cinco) crianças, somente no domingo à noite, ávidas por aprenderem acerca das coisas do Reino de Deus. Elas conheceram algumas "Crianças da Bíblia", e aprenderam:



- Com o menino que deu os pães e os peixes para Jesus multiplicar (Jo 6.1-15), que é necessário se dar para que o milagre aconteça;

- com Onésimo, que devemos respeitar as pessoas que têm autoridade sobre nós e que não devemos furtar (Filemon);- com Rode, que estava em uma vigília orando por Pedro que havia sido preso, que é preciso fazer a diferença, não importa onde esteja (At 12.1-25);- com a filha de Jairo, ressuscitada por Jesus, que Deus tem poder para fazer tudo, até mesmo para trazer da morte para a vida.



Será, irmão, que você conhecia todas estas passagens bíblicas? Nossas crianças sabem! Elas aprenderam, ainda, sobre a vida e o ministério da missionária Amy Carmichael na Índia.
Durante sua vida, Amy pôde ver Deus agindo, e desde pequena teve experiências com Deus, que lhe foram totalmente úteis. Ela aprendeu cinco lições:

1 - Deus sempre responde as orações;
2 - Até crianças podem receber Jesus como seu Salvador;

3 - Só as coisas eternas são importantes;

4 - Basta pedir ao Pai o dinheiro para o sustento do Seu trabalho;

5 - Deus nos protege, mesmo com proteção invisível.

As crianças ainda oraram pelos missionários e pelas pessoas da Índia, África e Coréia do Norte.

No geral, nosso culto foi completo, com muitas das crianças entregando suas vidas para Jesus e tantas outras dizendo: "Eu vou".
Agradecemos a Deus pela vida de todos os que colaboraram para que esta Conferência fosse um sucesso. Agradecemos a Deus por Sua misericórdia e também pela oportunidade ímpar de nos usar em Sua obra. A Ele, pois, toda a Glória para sempre. Todo 2º culto infantil do mês será culto Missionário. Venha nos fazer uma visita. Você é bem-vindo!
Talita Silvério é Professora do Ministério Infantil.

segunda-feira, 10 de agosto de 2009

O ANO DA GLÓRIA - Testemunho de Geane Borges Lima


“...Eu não morrerei enquanto o Senhor não cumprir em mim, todos os sonhos que Ele mesmo sonhou pra mim...”


“O que Deus fez na minha vida e o que Ele tem me ensinado, com certeza, pode ser multiplicado na sua vida também.”

Eu me lembro das aulas de batismo no final de 2007, quando o Pr. Nelson dizia: “Se vier um câncer na vida de vocês, não tenham medo, porque Jesus cura, Ele faz o impossível”. Sentia aquele imenso caroço no palato duro (céu da boca), acreditando que seria uma coisa simples.

A minha vontade era que Deus fizesse aquele caroço desaparecer, mas a Sua Palavra afirma que os Seus pensamentos não são iguais aos nossos. Então, decidi que iria procurar um médico.

Na madrugada do dia 8 de janeiro de 2008, Deus me falou em sonho que algo muito forte iria acontecer comigo. Acordei lembrando de detalhes do sonho, que até escrevi.

Fui até um dentista, que me encaminhou a um bucomaxilofacial. Este, por sua vez, me disse que o caroço era muito grande, e que a cirurgia deveria ser feita em um hospital, pois precisava tomar uma anestesia geral, e ela teria uma duração de, mais ou menos, uma hora. Fiz a cirurgia no dia primeiro de abril do mesmo ano. Fiquei internada um dia e meio.

Depois de uma semana saiu o resultado da biópsia. Para a surpresa minha e de minha família, era um adenocarcinoma, tumor maligno e agressivo que estava em todo o céu da boca. Saí do hospital em estado de choque, chorando, achando que a minha vida tinha acabado naquele momento. À noite, já não sentia mais vontade de chorar, sabia que Deus estava o tempo todo comigo.

No dia seguinte, mesmo com minha família desesperada, procurando hospitais e especialistas para que eu pudesse fazer o tratamento, eu estava tranqüila: fui correndo para os braços do Pai, e dava graças por tudo o que estava acontecendo, pois Ele sabe de todas as coisas. Procurei o Pr. Daniel e contei-lhe todo o problema, e ele me disse que todas as vezes que eu fosse à igreja deveria ser ungida.

Fui para o hospital A. C. Camargo, especializado em pesquisa e tratamento dessa doença. Os médicos pediram uma nova tomografia e revisão de lâmina (o caroço que foi retirado). O resultado foi pior ainda: no exame de tomografia foi constatado que o tumor havia passado para o osso da face, causando uma destruição na parte óssea. Os médicos marcaram uma nova cirurgia, dessa vez, com duração de 12h. Disseram-me que ficaria dez dias internada e no primeiro dia ficaria na Unidade de Tratamento Intensivo (UTI).

Iriam tirar os meus dentes também, assim, me alimentaria por meio de sonda. Além disso, teria que fazer traqueotomia, e iriam cortar o meu braço para a reconstrução do céu da boca, afinal, iria perdê-lo.

Estava tranquila, sabia que Deus estava comigo, não me deixaria. A Sua presença era constante em minha vida: em casa cantando um louvor, dentro do carro, trabalhando, e até mesmo quando estava no hospital fazendo exame. Ele não me deixava! Sentia dentro da minha alma uma confiança tão grande no Senhor, que até esquecia do problema.

No dia 10 de junho, estava trabalhando quando recebi uma ligação do hospital. Soube então que seria internada e a cirurgia seria no dia seguinte. A minha família se desesperou, e mais uma vez o Senhor renovava as minhas forças, e consegui deixá-los tranquilos.

Entrei no Centro Cirúrgico às 9h da manhã. Havia uma equipe com dez médicos à minha espera. Depois das seis primeiras horas, uma nova equipe chegaria para fazer o enxerto. No Centro Cirúrgico, quando o médico olhou para a minha boca, ele viu que algo havia acontecido, o céu da minha boca estava diferente. Naquele momento levantei a minha mão e comecei a dar Glória a Deus.

Não vi mais nada, quando acordei, já era noite, e eu estava na UTI. A minha família veio me dar a tão esperada notícia: os médicos não encontraram nada!

A biópsia é feita no momento da cirurgia, e deu tudo negativo. Não havia tumor e eles não entendiam o que estava acontecendo. Todo o material tirado foi para análise novamente, e para honra e glória do Senhor, no laudo oficial não foi constatado nada!

Jesus me curou. Aleluia! Estou curada! Sem quimio e nem radioterapia.
Depois de alguns dias, os médicos tiveram que tirar o enxerto, e o meu organismo rejeitou. Disseram-me que eu só poderia alimentar-me por meio de uma sonda. Como estava sem o céu da boca, sem a sonda, todo o alimento sairia pelo nariz.

Pedi para fazer uma tentativa sem a sonda e, aos poucos, consegui alimentar-me normalmente. Todo o céu da minha boca foi criando carne, mas não fechou totalmente, estava com deficiência na fala. Pedia para Deus fechar aquele buraco, não podia mais adorá-lo com cânticos e louvores. Ele me dizia para que eu não confiasse em homens, somente nEle.

A nova cirurgia foi marcada para a reconstrução do palato. Estava mais uma vez confiante no Senhor. Teria duração de 4h. Acordei depois de uma hora e meia, falando normal. O médico fez os procedimentos tradicionais, girando o próprio céu da boca para cobrir o espaço aberto.

Hoje falo normal e posso cantar para esse Deus Maravilhoso.
Às vezes paramos e pensamos que os nossos problemas são grandes, as dificuldades são gigantes. Mas não devemos nos esquecer que o nosso Deus é maior, Ele é especialista para resolver situações difíceis.

O que Deus fez na minha vida e o que Ele tem me ensinado, com certeza, pode ser multiplicado na sua vida também.

Eu sou testemunha viva dos milagres dEle!!!

Jesus é o mesmo ontem, hoje, sempre e sempre!!!

Agradeço a Deus pela minha família, pela vida dos Pastores, à amada igreja que esteve o tempo todo orando por mim, também gostaria de agradecer aos irmãos que foram me visitar no hospital. Isso foi muito importante para mim, e me marcou muito.

“...Eu não morrerei enquanto o Senhor não cumprir em mim, todos os sonhos que Ele mesmo sonhou pra mim...”
Veja os laudos médicos - Clique para ampliar





segunda-feira, 13 de julho de 2009

CONSELHO DE PASTORES IECP

O Conselho de Pastores é composto por todos os pastores e esposas que estão ligados à IECP Sede. Atualmente, possui 44 nomes no quadro de membros.


Todos os meses, pastores e esposas se reúnem para orar, tratar das necessidades das igrejas e dos seus respectivos pastores, objetivando, assim, uma unidade doutrinária e o fortalecimento de cada membro.



terça-feira, 7 de julho de 2009

VII ANIVERSÁRIO DA IECP CIDADE ADEMAR – JABAQUARA - Por Monyck Poli Novais dos Santos

No dia 06 de Junho de 2009, às 19 horas, foi realizado na IECP de Cidade Ademar, Jabaquara, um culto de louvor a Deus pelo VII aniversário da igreja.

Outro motivo da celebraç ão foi a unção ao Pastorado do presbítero José Novais dos Santos.

Estavam ali reunidos a igreja local , vizinhos , amigos , familiares do Pr.Novais (Zito), o representante da sub-prefeitura de Cidade Ademar, líderes do CERCAD (Conselho Eclesiástico de Cidade Ademar), Pr.Daniel com sua família e os pastores do Conselho Pastoral da nossa denominação.Foi um culto maravilhoso!

A glória do Senhor encheu o templo e os nossos corações. A igreja adorava a Deus em uma só voz declarando o que está escrito no Salmo 126.3 : “Grandes coisas fez o Senhor por nós , e por isso estamos alegres.”

Foram sete anos de muitas conquistas. Deus tem feito a IECP Jabaquara crescer e experimentar o seu agir dia após dia.

Nestes anos, vidas foram libertas das drogas, casamentos e famílias foram restauradas. Adolescentes e jovens foram cheios do Espírito Santo e tem exercido ministérios na Casa do Se nhor. As nossas crianças estão crescendo em estatura, em graça e em conhecimento da Verdade.

Temos testemunhos de muitas delas, muitas contam como Deus tem abençoado sua família, elas também tem evangelizado seus pais.

A preocupação da IECP Cidade Ademar é que cada membro, desde a criança até o de mais idade, aprenda da Palavra de Deus.

Por isso consta sempre em nossa programação, ministrações aos jovens, adolescentes, às crianças e à família.

Outro objetivo é cumprir o mandamento de Marcos 16:15 “Ide por todo o mundo, pregai o Evangelho a toda criatura.”Por esse motivo realizamos todas as últimas sextas-feiras de cada mês nosso culto de missões.

Deus tem nos dado um amor especial por missões, já dedicamos um dia em especial para realizar o culto de missões. Especialmente no dia 07 do mês de Junho, a Escola dominical e o culto da Família foram dedicados ao DIP – Domingo da Igreja Perseguida.

Realmente o Senhor tem sido conosco!Mesmo nas muitas lutas que já enfrentamos, Ele sempre nos fez mais do que vencedores, pois Ele é Fiel!

Louvamos ao Senhor, nosso Deus, Soberano sobre todas as coisas e nosso Rei pela obra que Ele começou aqui em Cidade Ademar.E muito mais Ele irá fazer!

Ao Senhor, a Ti seja a glória.

terça-feira, 23 de junho de 2009

¬Ensinando a criança no caminho em que deve andar

A Bíblia nos fala em Deuteronômio 6:6-8 que devemos inculcar a palavra de Deus aos nossos filhos: assentado, andando, deitando ou levantando, durante todo o tempo. E o Ministério Infantil tem o privilégio de, todos os domingos, ministrar aulas e louvor para nossas crianças, a fim de que elas entendam e aprendam a palavra de Deus e, assim, podemos dar continuidade no que vocês, pais, tem ensinado durante a semana.

Graças a Deus temos ouvido muitos testemunhos dos pais sobre a mudança de atitudes e comportamento cristão das crianças.

Durante os cultos, há alguns momentos muito especiais de oração. Nós, professores, presenciamos algo lindo: crianças e professores prostrados perante Deus, sendo cheias do Espírito Santo de Deus.

Gostaríamos que os pais pudessem participar destes momentos especiais e ver os filhos entrando em adoração. Para mim, que também falo como pai, é muito gratificante, pois sei que nossos filhos estão aprendendo "tesouros eternos", que preço nenhum pode pagar.

Agradeço aos pais, pelo apoio e confiança que tem tido ao nosso trabalho. Sempre estaremos com as portas abertas.

A Deus toda honra e glória, pois tem sido amoroso e tem nos dado muito mais do que merecemos: esta é a Graça de Deus!

Deuteronômio 6 v. 6-9E estas palavras (Papai e Mamãe), que hoje te ordeno, estarão no teu coração. E as ensinarás a teus filhos e delas falarás assentado em tua casa, e andando pelo caminho, e deitando-te e levantando-te. Também as atarás por sinal na tua mão, e te serão por frontais entre os teus olhos. E as escreverás nos umbrais de tua casa, e nas tuas portas”.

As fotos dos nossos cultos estão na galeria de fotos

quinta-feira, 18 de junho de 2009

Testemunho - Eu Escolhi Jesus

Meu nome é Ana Luiza Molina, tenho 12 anos e moro em São Paulo. Dos meus 12 anos, dez deles eu vivi junto com minha família seguindo o espiritismo; assim, aprendi tudo sobre o evangelho segundo Alan Kardec, o que o que era ensinado em seus livros.

Lá no espiritismo, algumas vezes eu me sentia bem e outras não, porque havia vezes em que eu sentia um mal estar e falta de ar até ficar pálida, mas acreditava que tudo aquilo era uma coisa normal.

Eu aprendi tudo sobre reencarnação e como falar com espíritos mas, na verdade, o meu maior desejo era ser tarefeira (assim são chamadas as professoras de lá). Mas Deus tinha um plano em minha vida: algo muito grande estava para acontecer comigo, algo que mudaria pra sempre a minha vida.

Na Páscoa de 2007 a minha tia Valéria Molina, que é professora no Ministério Infantil, me convidou para participar de uma festa para crianças que aconteceria na IECP.

Quando lá cheguei tudo estava muito bonito, cheio de bexigas coloridas e também havia músicas. Vi crianças dançando e sorrindo, cantando músicas que falavam de Jesus.

Lembro-me de uma que me marcou muito que dizia "não existe nada melhor do que ser amigo de Deus". A partir daquele dia algo mudou em minha vida: eu não queria mais saber de outra coisa a não ser voltar àquele lugar e ouvir outras músicas como aquelas...

Antes daquele dia eu achava que os evangélicas e suas músicas eram uma grande besteira, mas, como disse: "Deus tinha um plano em minha vida".

Minha mãe percebeu o quanto a igreja, os louvores e tudo o mais havia mexido comigo. Ela, como a espírita que era, não aceitava ver a filha daquela forma. Então ela resolveu me proibir de frequentar a igreja, dizendo que eu ficaria confusa se continuasse a ir à igreja dos crentes.

Chorei bastante e pedi muito para que ela não me proibisse de ir à igreja, até que, finalmente, ela resolveu me deixar voltar a frequentar a igreja, mas com uma condição: me fez prometer que eu não iria deixar de freqüentar também o Centro Espírita.

Aos poucos fui conhecendo mais e mais sobre Jesus, e tudo sempre me fazia muito bem: não 'via a hora' de chegar domingo para poder ir à igreja para cantar, dançar, ouvir histórias da Bíblia... Aprendi a orar - falar com Deus -, cantar de uma forma diferente - louvando a Deus -, e o melhor de tudo: nunca passei mal durante os cultos.

Sempre procurava falar com meus pais a respeito do que acontecia na igreja, porque era muito bom pra mim e queria que eles sentissem o que eu estava sentindo, mas eles não ligavam muito. Cheguei até mesmo a convidá-los a irem comigo, mas não quiseram. Mas também, eu não ficava triste com a situação, porque aprendi que no momento certo Deus tocaria em seus corações.

No final daquele ano descobrimos que minha mãe estava com câncer. Começava ali a fase mais difícil de nossas vidas.

Meus tios Valéria, Molina, Lilian e Gerson e também meus avós paternos, 'vó Dirce e 'vô Luiz, juntamente com os irmãos da igreja, iniciaram uma campanha de oração pela minha mãe. Foram meses de muito choro, sofrimento e incertezas...

Na Páscoa de 2008 convidamos minha mãe para participar do evento que aconteceria na igreja, que teve a apresentação das crianças de todo o Ministério Infantil e também a peça dos adultos. Depois, o pastor Daniel fez o apelo e, quando percebi, minha mãe estava indo em direção ao altar para receber oração.

Após alguns dias, percebi que ela não estava realmente convertida: ela não havia mudado como eu mudei e continuava a fazer as mesmas coisas que os espíritas fazem, e que eu já não aceitava mais.

Minha mãe acabou sendo internada. Ficou no hospital durante muito tempo. Teve alta, mas voltou a ser internada novamente. Era muito ruim ver o sofrimento dela e do meu pai, mas minha mãe lutou o quanto pôde e, meu pai, por sua vez, também foi um guerreiro. Pude ver o quanto ele amava minha mãe.

Um dia antes de ir para o hospital pela última vez, minha mãe chamou meu irmão e eu para conversar, e pediu até para o meu pai sair do quarto. Ela disse que tínhamos que escolher qual religião seguir. Sem dúvida nenhuma, falei: "Eu escolho Jesus", mas meu irmão decidiu continuar no espiritismo. Então minha mãe nos disse que, independentemente de nossa escolha, ela nos amaria mesmo assim. Nos despedimos, e disse a ela o quanto eu a amava.

No final de semana seguinte fomos para o acampamento infantil. Horas antes, meus tios Gerson e Lilian levaram o irmão José (mais conhecido como 'Zé do estômago') para orar pela minha mãe. Neste dia, o penúltimo dia da vida de minha mãe, ela se entregou para Jesus. Eu só fui saber de tudo depois.

Minha mãe faleceu um dia após ter aceitado a Jesus. Enquanto isso, eu estava no acampamento sem saber de nada, e lá tive uma experiência muito forte com Deus. Nós oramos muito, foi algo muito forte.

Hoje eu entendo que o Amor de Deus pela minha mãe foi tão grande, tão grande, que Ele tinha pressa de tê-la ao lado dEle. Hoje sei que minha mãe descansa nos braços do Senhor, e que um dia irei me encontrar com ela lá no Céu, em nome de Jesus.

Hoje eu me considero uma criança feliz, participo do grupo Miriam louvando e adorando a Deus por meio da dança, e também participo dos louvores do Ministério Infantil. Sou bem recebida por todos da igreja que, aliás, tem sido minha segunda casa. Às vezes me sinto como Samuel, que foi escolhido para morar na casa de Deus, e sinto como isso é bom.

Ah! Meu irmão também já aceitou a Jesus! Ele se chama Vitor e têm 11 anos. Eu creio que um dia verei meu pai e toda minha família na casa do Senhor também, e assim vou poder dizer " Eu e minha casa serviremos a Deus".

Sou feliz e grata pelo Ministério Infantil, porque por meio desse Ministério é que conheci e escolhi Jesus, e também pelos meus tios, que tem me ajudado muito nesta nova fase da minha vida. Agradeço, principalmente, a minha tia Valéira: obrigada tia Valéria, eu te amo!

Que Deus realize todos os desejos do seu coração.